O Paradoxo do Prefácio

livro-aberto
 
É racional acreditar num conjunto de proposições internamente inconsistente? A princípio, a resposta natural é dizer que não. Tomemos por exemplo o conjunto P, que inclui as proposições {Deus existe, Deus não existe}. A crença nesse conjunto seria, por óbvio, irracional. Não há mundo possível em que o conjunto P seja verdadeiro.
 
Mas consideremos o Paradoxo do Prefácio. Eu resolvo escrever um livro apresentando um conjunto de crenças minhas. Ao escrever o Prefácio, eu digo que, como era de se esperar, acredito em cada uma das proposições descritas nas páginas daquele livro. Chamemos esse conjunto de proposições de S. No entanto, eu também acrescento que acredito que ao menos uma proposição descrita no livro é falsa. Nesse caso, eu acredito também no conjunto S*, que é a conjunção de S mais {ao menos uma proposição de S é falsa}.
 
S* é necessariamente falso. Não há mundo possível em que possa ser verdadeiro. Mas nos parece intuitivamente que a despeito disso tal crença é perfeitamente racional e garantida. Sendo assim, nem sempre a crença num conjunto de proposições inconsistente é irracional. Antes, há circunstâncias em que a postura racional é manter a crença a despeito da inconsistência daquilo que se crê.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: